Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Ingleses alertam para crime em Portugal

A morte do turista britânico Ian Haggath, aos 50 anos, já no Hospital de Faro e na sequência do assalto violento em que fora espancado a soco, em Albufeira, há cerca de duas semanas, levou as autoridades inglesas a lançarem um alerta a todos os turistas que viagem para o nosso país. "Estamos muito preocupados com a possibilidade de virem a acontecer mais ataques violentos contra cidadãos britânicos – pelo que estamos a levar este assunto muito a sério. Existe essa possibilidade, e estamos em contacto com as autoridades portuguesas."

O aviso partiu do Ministério inglês dos Negócios Estrangeiros e foi publicado em vários meios de comunicação britânicos. Com o Verão à porta, este pode ser um duro revés para o turismo.

Mas o homicídio de Ian Haggath é só o último de vários casos trágicos, com ataques violentos a estrangeiros no Algarve, que recebe a maior parte dos 1,6 milhões de britânicos que visitam o nosso país todos os anos. Os ingleses representam 22,5 por cento dos turistas que passam férias no Algarve.

"Estamos a acompanhar e a dar todo o apoio possível nos últimos casos que têm ocorrido em Portugal. Isto é uma espécie de alerta, estamos a avisar os ingleses para que tomem algumas precauções", disse ao CM uma responsável do Gabinete de Imprensa do referido Ministério britânico.

Ian Haggath, de férias com um amigo, foi atacado na rua, na madrugada de 14 para 15, quando regressava ao Hotel Janelas do Mar, em Montechoro. Foi espancado e os ladrões fugiram sem levar nada. Ian morreu no hospital, quarta-feira, não resistindo a fracturas nos ossos da cara e crânio e várias hemorragias.

Segundo as autoridades britânicas, a família da vítima está a receber apoio do Consulado, devendo o corpo seguir para Gateshead, em Newcastle, ainda esta semana.

Fonte: Correio da Manhã, 31.05.2011

Sem comentários:

Enviar um comentário