Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Portugal e Espanha ainda são portas de entrada de droga


Portugal e Espanha continuam a ser importantes portas de entrada de droga na Europa, apesar da mudança drástica das rotas para a África Ocidental, alerta o director adjunto de operações da Europol.

"Infelizmente, Portugal e Espanha ainda estão nas rotas, devido às suas extensas áreas de costa e os grandes portos", com os grupos de narcotráfico a usar pequenos barcos e aviões, disse Troels Oerting, em declarações à agência Lusa, à margem do "Simpósio Transatlântico sobre Desmantelamento das Redes Ilícitas Transnacionais", a decorrer em Lisboa.

A rota do narcotráfico "mudou drasticamente para a África ocidental, que é hoje a maior plataforma de passagem de drogas", mas "a Península Ibérica é ainda uma área muito importante para as entradas de cocaína e cannabis", afirmou este responsável da Europol.

A maior preocupação, contudo, é o envolvimento de grupos terroristas do norte de África nas redes internacionais de crime organizado.

"Não sabemos até que ponto vai o envolvimento destes grupos terroristas, mas é uma preocupação da Europol olhar para esta área", frisou Troels Oerting, um dos oradores no simpósio que decorre em Lisboa até quinta-feira.

Outra tendência observada pelo Serviço Europeu de Polícia (Europol) é que "algum do transporte de droga mudou para a zona Este do Mediterrâneo", com a heroína vindo por exemplo do Afeganistão para a Turquia, num processo em que depois entram os grupos da África Ocidental que trocam cocaína por heroína.

 Fonte: Jornal de Notícias, 18.05.2011

Sem comentários:

Enviar um comentário