Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Desemprego e internet fazem disparar criminalidade na Europa

Segundo o relatório «Criminalidade Organizada na União Europeia» da Europol, o desemprego e a internet fizeram disparar a criminalidade na Europa desde 2009. O mesmo relatório coloca Portugal e Espanha entre os pontos estratégicos para a prática de actos ilícitos.

O documento revela que nos últimos dois anos a internet contribuiu largamente para o crime na Europa, que se vê confrontado com uma elevada taxa de desemprego. Consequentemente, aumentaram os grupos criminosos, com recurso a capacidades técnicas avançadas e informáticas, e as redes criminosas aproximaram-se.

Ainda de acordo com o mesmo relatório, o recurso a novas estratégias, como a utilização do transporte de passageiros para reduzir o fornecimento de material ilícito através de contentores, fretes aéreos e aeronaves ligeiras, veio aumentar o crime na Europa.

A Europol refere, ainda, que a crise fez com que as empresas se tornassem mais propensas à corrupção e com que as pessoas ficassem mais receptivas a ser recrutadas por criminosos, nomeadamente para o cultivo de cannabis e para correios de droga.

In A Bola , 06/05/2011

Sem comentários:

Enviar um comentário