Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Casal desaparecido em Torres Vedras encontrado morto


O casal de sexagenários que desapareceu há quase duas semanas do concelho de Torres Vedras foi encontrado morto em Sintra, revelou, esta quinta-feira, fonte da Polícia Judiciária, que suspeita de um duplo homicídio.

Segundo fonte da PJ, os corpos de ambos, de 67 e 68 anos, foram descobertos em locais diferentes junto à Lagoa Azul, em Sintra, encobertos por vegetação, suspeitando-se de que terão sido vítimas de homicídio.

A descoberta foi feita pelas autoridades após o alerta dado por um cidadão que, segundo fonte da GNR, detectou um dos corpos e conduziu ao local a GNR e a PJ, que acabou por localizar o outro corpo a alguns metros de distância.

O casal estava desaparecido desde o dia 28 de Maio, dia em que deixou de contactar com a família.

Luís João Capela, filho do casal, disse à agência Lusa que foi o último familiar a falar com a mãe e o pai, de cuja casa de férias, na localidade de Casalinhos de Alfaiata, saiu cerca das 17 horas desse dia.

"Estavam bem", afirmou, acrescentando que foi a irmã que deu pela falta dos pais quando, no domingo, se deslocou à residência para almoçar e "encontrou a casa vazia", sem que os pais tivessem avisado de uma eventual ausência.

O caso continua a ser investigado pela secção de homicídios da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária.

Uma vizinha do casal disse ter visto ao longe um homem estranho no pátio da casa a guardar algo no automóvel das vítimas.

Fonte: Jornal de Notícias, 09.06.2011

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Ingleses alertam para crime em Portugal

A morte do turista britânico Ian Haggath, aos 50 anos, já no Hospital de Faro e na sequência do assalto violento em que fora espancado a soco, em Albufeira, há cerca de duas semanas, levou as autoridades inglesas a lançarem um alerta a todos os turistas que viagem para o nosso país. "Estamos muito preocupados com a possibilidade de virem a acontecer mais ataques violentos contra cidadãos britânicos – pelo que estamos a levar este assunto muito a sério. Existe essa possibilidade, e estamos em contacto com as autoridades portuguesas."

O aviso partiu do Ministério inglês dos Negócios Estrangeiros e foi publicado em vários meios de comunicação britânicos. Com o Verão à porta, este pode ser um duro revés para o turismo.

Mas o homicídio de Ian Haggath é só o último de vários casos trágicos, com ataques violentos a estrangeiros no Algarve, que recebe a maior parte dos 1,6 milhões de britânicos que visitam o nosso país todos os anos. Os ingleses representam 22,5 por cento dos turistas que passam férias no Algarve.

"Estamos a acompanhar e a dar todo o apoio possível nos últimos casos que têm ocorrido em Portugal. Isto é uma espécie de alerta, estamos a avisar os ingleses para que tomem algumas precauções", disse ao CM uma responsável do Gabinete de Imprensa do referido Ministério britânico.

Ian Haggath, de férias com um amigo, foi atacado na rua, na madrugada de 14 para 15, quando regressava ao Hotel Janelas do Mar, em Montechoro. Foi espancado e os ladrões fugiram sem levar nada. Ian morreu no hospital, quarta-feira, não resistindo a fracturas nos ossos da cara e crânio e várias hemorragias.

Segundo as autoridades britânicas, a família da vítima está a receber apoio do Consulado, devendo o corpo seguir para Gateshead, em Newcastle, ainda esta semana.

Fonte: Correio da Manhã, 31.05.2011

Rapariga de 14 anos esfaqueada com x-acto por amiga

Uma rapariga de 17 anos agrediu na passada sexta-feira, em Mem Martins, uma jovem de 14 anos com um x-acto. A vítima foi atingida 17 vezes na cara, cabeça, peito e braços. Um jovem que assistiu à cena e tentou separar as duas raparigas foi também esfaqueado.

O caso ocorreu por volta das 22:00 de sexta-feira, quando um grupo de amigos saiu de um prédio em Mem Martins. Ao que tudo indica as duas menores vinham a discutir por causa de um telemóvel e a situação descontrolou-se quando chegaram à rua.

Uma das raparigas foi violentamente agredida com um x-acto. Um jovem de 21 anos que tentou ajudar a vítima também foi esfaqueado.

Os vizinhos chamaram o INEM. A vítima foi assistida no Hospital Amadora-Sintra e transferida para o Hospital Dona Estefânia, em Lisboa.

A atacante pôs-se em fuga, mas foi já detida pela Polícia Judiciária.

In TVI24, 29/05/2011

Mata à vassourada e apanha 16 anos

"Foi um crime violentíssimo. É difícil encontrar palavras para descrever um crime desta natureza", disse ontem, no final da leitura do acórdão, o presidente do colectivo de juízes do Tribunal de Valença, que condenou a 16 anos de cadeia Fernando Amaral, de 44 anos, que assassinou à vassourada Manuel dos Santos, de 63. Apesar de considerar que houve um "carácter sentimental" no homicídio, o tribunal não deu como provado que os dois homens mantinham uma relação homossexual.

"Vai ter muito tempo para pensar no crime hediondo que cometeu", referiu o juiz, dirigindo-se ao homicida confesso de Manuel dos Santos.

O crime aconteceu a 3 de Agosto do ano passado, no interior da residência onde Fernando Amaral vivia, em Arão, freguesia de Valença.

Os dois homens, que passaram todo o dia a beber entre Valença e Tui, em Espanha, envolveram-se numa discussão, depois de Fernando se ter recusado a manter relações sexuais com Manuel.

"Ele queria obrigar-me a ter relações sexuais e eu não aceitei. Fiquei nervoso e dei-lhe com a vassoura, mas foi para me defender, não era para o matar", confirmou o arguido em julgamento.

Ontem, o Tribunal de Valença deu como provado que Fernando Amaral espetou na boca de Manuel dos Santos parte do cabo de uma vassoura, depois de o ter agredido violentamente com o mesmo objecto. O colectivo considerou ainda provado que o homicida viu o amigo a agonizar durante duas horas e que, depois de este morrer, saiu de casa para ir a um café beber uma cerveja.

Fonte: Correio da Manhã, 01.06.2011

Criminalidade violenta e grave diminui 11,1% no primeiro trimestre


A criminalidade geral participada à GNR, à PSP e à PJ também desceu 4,5% face ao mesmo período de 2010.

Houve menos crimes violentos no primeiro trimestre de 2011 relativamente ao período homólogo de 2010. A criminalidade violenta e grave participada às forças de segurança diminuiu 11,1% nos primeiros três meses do ano, de acordo com a análise feita ontem numa reunião do Gabinete Coordenador de Segurança.

A análise da criminalidade participada às várias forças de segurança - GNR, PSP e PJ - revela ainda que no primeiro trimestre deste ano se verificou uma descida de 4,5% na criminalidade geral.
O recente fenómeno de furtos de ATM (caixas multibanco) com recurso a engenhos explosivos e possíveis estratégias de prevenção e investigação para combater este crime também estiveram em cima da mesa.

O Relatório Anual de Segurança Interna relativo a 2010 mostrava ainda que o número de assaltos a ourivesarias cresceu 20% face ao ano anterior e os assaltos à mão armada em residências 50% (de 440 para 683 casos).

O número de violações participadas também cresceu. Este tipo de crime subiu de 375 ocorrências em 2009 para 424 em 2010, o que representa um acréscimo de 13%.

Por outro lado, houve menos incidência de crimes como os assaltos a bancos, instituições de crédito ou farmácias. Nos assaltos a bancos e a instituições de crédito houve um decréscimo de 42% e nos assaltos a farmácias um decréscimo de 22% face ao ano anterior.


In Jornal I , 27/05/2011

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Oito homens enforcados por vários crimes

Oito homens foram, esta quinta-feira, enforcados em várias cidades do Irão, condenador por tráfico de droga, assalto à mão armada e homicídio. 

Segundo a agência IRNA, Mehdi Faraji foi enforcado em público em Qazvin, condenado pela morte de cinco mulheres.

Já em Chiraz, no sul do Irão, quando homens foram enforcados em público: dois por assalto à mão armada e rapto e os outros dois por violação.

Na prisão de Sari, dois homens foram enforcados por tráfico de droga e um outro homem foi enforcado na prisão de Behbahan pelo mesmo crime.

Segundo a AFP, sobe assim para 139 o número de execuções no Irão desde o início do ano.


Fonte: A Bola, 26.05.2011

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Desemprego e internet fazem disparar criminalidade na Europa

Segundo o relatório «Criminalidade Organizada na União Europeia» da Europol, o desemprego e a internet fizeram disparar a criminalidade na Europa desde 2009. O mesmo relatório coloca Portugal e Espanha entre os pontos estratégicos para a prática de actos ilícitos.

O documento revela que nos últimos dois anos a internet contribuiu largamente para o crime na Europa, que se vê confrontado com uma elevada taxa de desemprego. Consequentemente, aumentaram os grupos criminosos, com recurso a capacidades técnicas avançadas e informáticas, e as redes criminosas aproximaram-se.

Ainda de acordo com o mesmo relatório, o recurso a novas estratégias, como a utilização do transporte de passageiros para reduzir o fornecimento de material ilícito através de contentores, fretes aéreos e aeronaves ligeiras, veio aumentar o crime na Europa.

A Europol refere, ainda, que a crise fez com que as empresas se tornassem mais propensas à corrupção e com que as pessoas ficassem mais receptivas a ser recrutadas por criminosos, nomeadamente para o cultivo de cannabis e para correios de droga.

In A Bola , 06/05/2011

Lavagem de Dinheiro

Dono de café-restaurante esfaqueado oito vezes durante um assalto

O proprietário do café-restaurante Bom-Bom, na Volta da Pedra, Palmela, foi esfaqueado oito vezes na terça-feira à noite quando tentava impedir um assalto ao estabelecimento, mas está livre de perigo, disse hoje à Lusa a mulher, Carla Calisto.

"O meu marido estava dentro do estabelecimento quando apareceu um jovem a bater à porta e a pedir para comprar tabaco. Mal abriu a porta apareceram mais dois jovens, que deviam ter entre 16 e 20 anos, e foi aí que tudo começou", disse.

Segundo Carla Calisto, o marido, Fernando Oliveira, envolveu-se numa briga corpo a corpo com um dos assaltantes, na tentativa de os impedir de entrarem no estabelecimento.

"Eles queriam forçar o meu marido a entrar para depois o imobilizarem e roubarem o que lhes apetecesse sem que ninguém desse por nada, mas como ele resistiu ainda na rua, convicto de que seria mais fácil que alguém se apercebesse do que se estava a passar, acabaram por o agredir com oito facadas, uma na barriga e as outras nas costas", disse.

Segundo Carla Calisto, antes de se colocarem em fuga, os assaltantes acabaram por entrar no estabelecimento, tendo levado o dinheiro que se encontrava na caixa registadora.

Fernando Oliveira foi assistido no local pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), tendo sido posteriormente transportado ao Hospital de São Bernardo, em Setúbal.


In Jornal de Notícias, 02/03/2011

Lavagem de dinheiro em Portugal é “preocupante”

Portugal é “um país preocupante” em matéria de “lavagem de dinheiro”, revela um relatório oficial do Departamento de Estado norte-americano. Portugal está integrado num grupo de 70 países com este grau de ameaça.

O estudo, analisado pelo Diário de Notícias, revela que o “lavagem de dinheiro” está relacionada com o tráfico de estupefacientes. O Departamento de Estado da Administração de Barack Obama refere que Portugal tem todas as "vulnerabilidades” que o colocam na categoria de “preocupante”.

Para realizar este relatório, os investigadores fizeram uma análise às “vulnerabilidades de cada país em relação à lavagem de dinheiro, à conformidade das leis nacionais com os padrões internacionais, à eficácia da acção dos Governos e à vontade política para tomar as medidas necessárias”.

Para tornar mais eficaz o combate a este tipo de crime, os países são divididos em três grupos, de acordo com a gravidade da situação: os de “preocupação primária”, os “preocupantes”, o caso de Portugal, da Bélgica, da Irlanda, da Bulgária e da República Checa, e os a “monitorizar”.

Espanha, Áustria, França, Alemanha, Grécia, o Liechtenstein, Luxemburgo, Inglaterra e a Holanda são os países europeus que se encontram no grupo de países de preocupação “máxima”, tal como a Colômbia, o Afeganistão, o Japão e até mesmo os Estados Unidos.

No relatório explica-se que a classificação depende mais da quantidade de dinheiro “lavado” do que propriamente das medidas para combater este crime adoptadas pelos respectivos Governos.



Fonte: Jornal i , 24.05.2011 




Duplo homicídio em casa de alterne

Transtornado com a pena de prisão que tem a cumprir em Espanha, onde provocou um acidente com dois mortos, Luís já tinha dito que havia de matar alguém.

 Ontem Rita explodiu de raiva na casa de alterne, em Vila Nova de Cacela, Algarve. Expulsa por mau comportamento, a manobradora de máquinas fez 25 quilómetros para ir buscar a caçadeira a casa, em Odeleite. Regressou 45 minutos depois e, mal viu o porteiro do bar, executou-o com um tiro à queima-roupa, na parte de trás da cabeça. Seguiu-se a proprietária do bar, atingida de frente na cara. Tiveram morte imediata.

O duplo homicídio ocorreu pelas 04h00, na antiga hospedaria, agora transformada em casa de alterne. As vítimas são João Paulo, de 23 anos, casado, que foi apanhado de costas e nem viu o atirador; e Rita Inês, 47 anos, solteira, que não teve tempo de reacção.

O homicida, Luís, de 43 anos, é divorciado e vive com a mãe. Cliente do bar, foi expulso e decidiu vingar-se. Uma jovem funcionária, sob anonimato, contou ao CM os pormenores da tragédia: "Estava num quarto e ouvi dois tiros, desci e vi a patroa, no chão, com a cara desfeita. O João também estava morto, numa poça de sangue. Foi horrível e um choque para toda a gente." Seguiram-se momentos de pânico, até à chegada da GNR e da Polícia Judiciária.

No local, estavam as dez funcionárias, que dormem na casa, e alguns clientes. Depois do crime, Luís fugiu mas acabou detido, já ao início da manhã, pela PJ de Faro. Um vizinho do detido disse ao CM que o suspeito, actualmente desempregado, durante a manhã lhe confidenciara que "estava à espera que o viessem buscar, pois tinha feito asneira". O mesmo vizinho explicou que Luís "andava transtornado" pois tinha de cumprir uma pena, em Espanha, onde foi considerado, por um tribunal, culpado de um acidente mortal.

Os corpos das duas vítimas mortais foram transportados pelos Bombeiros Voluntários de Vila Real de Santo António para a morgue do Hospital de Faro, onde hoje serão efectuadas as autópsias.

Fonte: Correio da Manhã, 25.05.2011

Cronologia dos assaltos com recurso a engenhos explosivos


O assalto a uma caixa Multibanco, em Setúbal, esta quarta-feira, é o oitavo assalto com recurso a engenhos explosivos, que ocorreu este mês de Maio como se pode ver na seguinte cronologia:

4 Maio - Dois homens fizeram explodir de madrugada a entrada de uma dependência do Banco Santander Totta em Vialonga, Vila Franca de Xira, levando "alguns milhares de euros".


10 Maio - Uma máquina multibanco foi assaltada com recurso a explosivos, provocando danos nos edifícios da dependência bancária do BANIF e da Junta de Freguesia da Martigança, concelho de Alcobaça.


12 Maio - Uma máquina multibanco foi assaltada durante a noite com recurso a explosivos, provocando danos no edifício do Centro Cénico da Cela, no concelho de Alcobaça.


14 Maio - Uma caixa multibanco foi assaltada com recurso a explosivos, em Famalicão da Nazaré, no concelho da Nazaré, aumentando para três os assaltos com este método na região nos últimos dias.


19 Maio - Um grupo fez explodir uma caixa de multibanco num restaurante em Santa Cruz, concelho de Torres Vedras, provocando elevados danos materiais.


20 Maio - A caixa multibanco da dependência do Banco Santander no Instituto Politécnico de Setúbal foi assaltada com o mesmo método utilizado em assaltos mais recentes, a introdução de gás na caixa para depois se provocar uma explosão.


24 Maio - Assaltantes tentaram roubar a caixa Multibanco da Junta de Freguesia de Gondar [Amarante], fazendo-a explodir depois de lhe terem injectado gás, e provocaram estragos avaliados em dez mil euros.


25 Maio - A caixa multibanco instalada no hotel Isidro, na rua Rodrigo Ferreira da Costa, em Setúbal foi assaltada com recurso a explosão do equipamento.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Internet facilita crime organizado

A Internet converteu-se no principal facilitador do crime organizado e utiliza-se cada vez mais para o tráfico de drogas e de pessoas e para o branqueamento de capitais, alega a Europol.
As conclusões constam do relatório do organismo sobre crime organizado, lançado a cada dois anos, onde a rede é apresentada como “um importante facilitador para a maioria da delinquência organizada”, e não apenas para os habituais delitos informáticos.

A polícia europeia avança que, a par do roubo de dados bancários, da troca de material pedófilo e das intrusões não-autorizadas, a Internet agora utiliza-se para aumentar a produção, recolha e distribuição de droga, assim como para a angariação de vítimas e tráfico de seres humanos.

Documento, de 37 páginas, também inclui na lista de delitos facilitados pela Rede a imigração ilegal, as falsificações e o tráfico de espécies animais ameaçadas.

Segundo a Europol, o anonimato oferecido por tecnologias como o email, programas de mensagens instantâneas ou o VoIP são factores que contribuem para o crescimento do recurso à Internet pelos grupos de crime organizado.

A Web é igualmente apontada no relatório como um canal para o branqueamento de dinheiro, com a polícia pan-europeia a referir que só em 2009, a fraude com cartões de crédito gerou benefícios de mais de 1.500 milhões de dólares para os grupos criminosos.

Fonte: Sapo Notícias, 05.05.2011

O que é o Sistema De Queixa Electrónica (SQE) e como apresentar uma queixa

O Sistema Queixa Electrónica destina-se a facilitar a apresentação à GNR, à PSP e ao SEF de queixas e denúncias por via electrónica quanto a determinados tipos de crime, cuja lista se encontra definida na Portaria n.º 1593/2007, de 17 de Dezembro.

Podem apresentar queixa pessoas singulares, devidamente identificadas, nacionais ou estrangeiras, residentes em Portugal ou presentes em território nacional.

Para alguns dos crimes constantes na lista (como o Furto ou a Ofensa à Integridade Física Simples), o procedimento criminal depende da apresentação de queixa pelo ofendido ou pelo seu representante legal para que o Ministério Público promova a respectiva acção penal. Em crimes públicos (como a Violência Doméstica ou o Auxílio à Imigração Ilegal) qualquer cidadão pode apresentar denúncia.

Em ambos os casos, o encaminhamento para a entidade competente só tem lugar após validação e confirmação da identidade da pessoa que utiliza o sistema, sendo objecto de tratamento da mesma forma que uma queixa apresentada directamente numa força ou serviço de segurança.

Apresente a sua queixa aqui !!!

PSP detém quatro polícias suspeitos de tráfico de droga

 
Segundo a mesma fonte, do comando metropolitano de Lisboa, um dos detidos é um subcomissário da esquadra do Estoril.

Os detidos vão no sábado ser presentes ao juiz de Instrução Criminal para aplicação das medidas de coação.

A investigação que culminou na detenção de quatro polícias foi dirigida pela Unidade Especial de Combate ao Crime Especialmente Violento do Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa.

A polícia remete mais esclarecimentos para uma conferência de imprensa a realizar hoje ao início da tarde.

A divisão de investigação criminal da PSP fez esta madrugada cinco detidos, dos quais quatro são polícias da área de Lisboa, suspeitos de vários crimes, entre os quais tráfico de droga, disse à Lusa fonte policial.

In Diário de Notícias , 13/05/2011

Nazaré: novo assalto a multibanco com explosivos

Nazaré: novo assalto a multibanco com explosivos [PAULO CUNHA/LUSA]Uma caixa multibanco foi esta noite assaltada com recurso a explosivos, em Famalicão da Nazaré, no concelho da Nazaré, aumentando para três os assaltos com este método na região nos últimos dias, informou fonte da GNR.

A GNR recebeu o alerta às 3h20 e deslocou para o local 10 militares e cinco viaturas, que verificaram que «o multibanco tinha sido rebentado e se encontrava a arder», disse à Lusa fonte do comando geral da GNR.

A GNR confirmou que «mais uma vez houve recurso ao método de explosão», após a qual «os assaltantes levaram a caixa do dinheiro e fugiram».

A caixa multibanco encontrava-se situada na parede da farmácia local, cujo edifício sofreu também alguns danos.

Este é o terceiro assalto a caixas multibanco com recurso a explosivos registado na região desde dia 10.

A GNR confirma que «o método usado é bastante semelhante» nos três casos que estão a ser investigados pela polícia Judiciária (PJ).


In TVI24 , 14/05/2011

Portugal e Espanha ainda são portas de entrada de droga


Portugal e Espanha continuam a ser importantes portas de entrada de droga na Europa, apesar da mudança drástica das rotas para a África Ocidental, alerta o director adjunto de operações da Europol.

"Infelizmente, Portugal e Espanha ainda estão nas rotas, devido às suas extensas áreas de costa e os grandes portos", com os grupos de narcotráfico a usar pequenos barcos e aviões, disse Troels Oerting, em declarações à agência Lusa, à margem do "Simpósio Transatlântico sobre Desmantelamento das Redes Ilícitas Transnacionais", a decorrer em Lisboa.

A rota do narcotráfico "mudou drasticamente para a África ocidental, que é hoje a maior plataforma de passagem de drogas", mas "a Península Ibérica é ainda uma área muito importante para as entradas de cocaína e cannabis", afirmou este responsável da Europol.

A maior preocupação, contudo, é o envolvimento de grupos terroristas do norte de África nas redes internacionais de crime organizado.

"Não sabemos até que ponto vai o envolvimento destes grupos terroristas, mas é uma preocupação da Europol olhar para esta área", frisou Troels Oerting, um dos oradores no simpósio que decorre em Lisboa até quinta-feira.

Outra tendência observada pelo Serviço Europeu de Polícia (Europol) é que "algum do transporte de droga mudou para a zona Este do Mediterrâneo", com a heroína vindo por exemplo do Afeganistão para a Turquia, num processo em que depois entram os grupos da África Ocidental que trocam cocaína por heroína.

 Fonte: Jornal de Notícias, 18.05.2011

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Queixas por violência contra idosos disparam em 2011

A DIAP de Lisboa registou grande aumento das denúncias e processos na APAV subiram 120%


A violência contra idosos está a crescer ou, pelo menos, há mais denúncias que são, contudo, a ponta do icebergue, alertam as autoridades. Um estudo europeu revela que os idosos portugueses são os que mais sofrem abusos financeiros.
 
Nos primeiros dois meses deste ano, verificou-se um aumento significativo das denúncias de violência contra idosos chegadas ao Ministério Público.

Depois de muitos anos em que "a problemática da violência contra idosos esteve escondida", assiste-se agora a uma maior consciência e visibilidade social do fenómeno, com repercussão directa no número de queixas judiciais, refere a magistrada.


In Jornal de Notícias, 2/03/2011

Cerca de 3.300 queixas apresentadas através da Net


PSP, GNR e SEF receberam nos últimos três anos 3.257 queixas electrónicas. Quase metade delas é por furto.

Segundo dados do Ministério da Administração Interna (MAI), nos primeiros dois anos de funcionamento do sistema foram registadas cerca de 1.700 participações, tendo esse número quase duplicado até ao fim de Janeiro deste ano.

Os últimos dados indicam que, das 3.257 denúncias apresentadas, 1.353 foram queixas por furto, seguindo-se as de burla. Foram também apresentadas 354 queixas por dano, 321 por ofensa à integridade física e 128 por violência doméstica.

Entre as menos expressivas, em termos estatísticos, estão as denúncias recebidas por lenocínio e por tráfico de pessoas, com apenas 7 queixas recebidas no portal http://queixaselectronicas.mai.gov.pt/.

A funcionar desde 31 de janeiro de 2008, o sistema de Queixa Electrónica permite a qualquer pessoa fazer uma participação ou uma denúncia à PSP, GNR e Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) através da Internet, evitando, assim, uma deslocação às instalações policiais.

Fonte: Diário de Notícias, 01.02.2011

Recorde de novas drogas descobertas na Europa

Em 2010 bateu-se o recorde de novas drogas descobertas na Europa, com 41 substâncias psicoactivas identificadas pelo sistema de alerta rápido, muitas à venda por vias legais, revelou hoje o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência.

O relatório relativo a novas drogas descobertas em 2010 surge no dia em que se reúne, em Lisboa, o primeiro Fórum Multidisciplinar Internacional de Novas Drogas e nele se destaca o "ritmo sem precedentes" a que são comunicadas novas drogas no sistema de alerta da Europol e do Observatório, o Reitox, avança a agência Lusa.

O Observatório salientou que "é o maior número de substâncias relatadas num único ano", assinalando que tal acontece num contexto em que cresce o fenómeno das "drogas legais".

Muitas das substâncias identificadas são compradas através da Internet e em lojas especializadas, as chamadas "smart shops" ou "head shops".

(...)

Das novas drogas detectadas, 15 são catinonas sintéticas, o que torna esta classe "uma das maiores" monitorizadas pelo sistema de alerta rápido. As catinonas são alcalóides com efeitos semelhantes aos das anfetaminas: excitação e euforia.

Adaptado do Jornal de Notícias, 11.05.2011

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Dados estatíscos da APAV

No decurso de 2010 a APAV registou um total de 11 145 processos de apoio, dos quais 6 932 constituíram situações de existência de uma qualquer problemática de crime.Estes processos de apoio efectivaram-se em 13 864 atendimentos e em cerca de 22290 pessoas apoiadas como mostra o gráfico.




O que fazer em caso de ser vítima de roubos e furtos ?

Aqui têm algumas medidas a serem tomadas no caso de ser vítima de roubos e/ou furtos:

»      Se no momento da prática do crime não conhecer o suspeito deve fixar o maior número de
características, tais como: cor da pele, idade, sinais, pronúncia ou sotaque, cor e formato dos olhos, vestuário, cabelo, altura e óculos;
 
»      Deve ainda identificar, se possível, testemunhas e, se for o caso, matrícula do veículo em que o agressor se fazia transportar;

»      Não tocar em nada; não fechar nenhuma janela ou porta se estão abertas; não mudar nada para preservar eventuais provas;

»      Em caso de furto ou roubo de cheques ou cartões bancários deve contactar imediatamente o seu Banco;

»      Facultar todos os dados e registos descritivos – escritos e fotográficos – dos objectos furtados, para a facilitar a sua identificação/recuperação e dificultar a sua circulação nos circuitos comerciais;

»      Transmitir às autoridades policiais qualquer informação a que tenha tido acesso (por vizinhos, amigos) relativa ao ocorrido;

»      Requerer comprovativo da apresentação da queixa, uma vez que pode ser necessário para instruir processo junto da seguradora.

O que fazer no caso de ser vítima de Carjacking?

Ficam aqui algumas medidas a serem tomadas em caso de se vítima de carjacking:



  • Tente manter a calma. Não olhe fixamente para o assaltante para evitar que ele utilize violência;




  • Não resista, deixe o veículo livremente;




  • Ouça com atenção as indicações que lhe são dadas;




  • Não faça movimentos bruscos ou repentinos que possam indicar ao assaltante que pretende resistir ou atacá-lo;




  • Mantenha as suas mãos à vista, avisando antecipadamente o assaltante de todos os movimentos que vai fazer;




  • Se houver crianças presentes no veiculo alerte o assaltante pois este pode centrar-se no condutor e não se aperceber que há crianças.




  • Na maior parte das vezes é provavelmente mais seguro deixar o veículo ao assaltante.
  • quarta-feira, 30 de março de 2011

    Adolescente mata pais para não arrumar o quarto

    John Caudle,de 14 anos,assasinou a mãe e o padrasto e,em seguida,passou a noite a ver filmes e a jogar no computador . O caso aconteceu nos EUA.
    Mais um crime cometido por jovens está a assustar a América. O adolescente de Monte Vista, no Colorado, EUA, está a ser julgado pela Justiça norte-americana em dois processos por homicídio qualificado: matou a mãe e o padrasto porque não queria realizar tarefas domésticas. 
    Até aqui, John Caudle não parece arrependido. Segundo a  CBS News , o seu professor e colegas disseram que ele parecia feliz no dia a seguir ao crime.
    John Caudle confessou ter cometido o crime em Outubro de 2009, na sequência de uma briga com a mãe. O casal insistia para que ele arumasse o seu próprio quarto e levasse o lixo de casa para o contentor.
    Na tarde fatídica, o adolescente, irritado com a mãe, matou-a com um revólver calibre 22 que se encontrava guardado no cofre da sala. Atingiu-a enquanto a mãe assistia televisão. Depois, escondeu-se na área de serviço e aguardou pela chegada a casa do padrasto, que assassinou com um tiro na parte de trás da cabeça.
    (...)
    Os corpos acabaram por ser encontrados por familiares.

    Retirado do jornal expresso , 15.12.2010

    Tráfico envolve 800 mil pessoas por ano e receitas de €7 mil milhões

     O tráfico de seres humanos envolve entre 600 mil a 800 mil vítimas por ano e gera uma receita de 9 mil milhões de dólares (7 mil milhões de euros),estima uma organização Norte-Americana.
     A Coligação para Abolir a Escravatura e o Tráfico (CAST, na sigla em inglês) estima que existam 27 milhões de pessoas no mundo escravizadas.
    Citada pela agência de notícias Efe, a CAST salienta ainda a debilidade das pessoas indocumentadas e qualifica a situação nas cidades dos Estados Unidos como grave.
    Para as urbes norte-americanas, adianta, são atraídos anualmente 50 mil homens, mulheres e crianças para serem explorados em regime de escravidão.
    A estimativa de 600 mil a 800 mil vítimas anuais respeita apenas ao tráfico internacional, não contemplando os casos de tráfico de pessoas nos seus próprios países, sublinha a organização.
    (...)
    As receitas desta atividade criminosa colocam-na em terceiro lugar, a seguir aos tráficos de armas e drogas, segundo as estatísticas divulgadas no portal da CAST.
    Na Califórnia, os agentes federais da imigração têm um relatório que dá conta de que "um número aproximado de 10 mil mulheres em Los Angeles estão a trabalhar como escravas na indústria sexual e este número não inclui as pessoas nos trabalhos domésticos, em fábricas ou na agricultura, entre outros", acrescentou.

    Retirado do jornal expresso,15.01.2011

    O nosso vídeo !

    video

    quarta-feira, 23 de março de 2011

    Prevenir crimes na internet

    O cidadão deve ter cautela ao acessar alguns sites. É sempre bom evitar entrar em endereços eletrônicos através de links e banner´s de outros sites. A recomendação é entrar directamente no endereço desejado, aumentando assim a segurança do cidadão. Para saber se o site é seguro, ao entrar na página, haverá um cadeado no canto direito que indica que os dados informados não serão interceptados e estão sendo enviados de maneira segura. Em relação à segurança das máquinas , é importante que o anti-vírus seja actualizado constantemente. O ideal é que a atualização ocorra assim que a conexão é iniciada.

    Em relação aos sites de compra, é preciso ter cuidados com ofertas absurdas, sites desconhecidos e
    principalmente os sites que intermediam compras (que fazem o elo entre o comprador e vendedor). O mais apropriado é que a compra seja feita diretamente no endereço virtual da loja. Existem sites que disponibilizam informações e pontuações referente a satisfação de outras pessoas que já adquiriram produtos nos mesmos.

    In Correiro do Estado, 23/03/2011

    Onde e quem é que os Carjackers procuram?

    Sendo um crime de oportunidade, os criminosos não escolhem sexo, idade ou raça, mas sim a vitima mais vulnerável a um ataque, podendo assim acontecer em qualquer lugar embora alguns locais sejam mais vulneráveis:
    • Cruzamentos controlados por semáforos
    • Caixas Multibanco (ATM’s);
    • Áreas de serviço em Self-service e lavagens de carros;
    • Locais ermos ou com fraca iluminação;
    • Zonas residenciais.
    • Parques de estacionamento e garagens que ficam em zonais mais escondidas.
    Existe um factor que aumenta a possibilidade de ocorrer carjacking, a preferência por carros de luxo, pois estes são facilmente vendidos inteiros ou em peças.

    Aumenta número de crimes pela internet

    O uso da internet rápida e de fácil acesso à população trouxe, também, um aumento considerável de crimes relativos ao acesso a dados pessoais que são obtidos pelos infratores através da rede.
    Para que isso não aconteça, o cidadão deve adoptar um conjunto de medidas de prevenção que garantem a segurança na hora de aceder à internet como por exemplo, a  actualização do anti-vírus, cuidados com sites pornográficos, de jogos e principalmente com o e-mail do cidadão, são algumas medidas que trarão a segurança online do cliente”.

    Considerada uma das principais ferramentas que facilitam golpes da internet, o cidadão precisa ter muito cuidado com o e-mail – um dos principais receptores de vírus. Ao clicar em algumas mensagens , o internauta pode estar a intalar um programa espião que funciona ocultamente no computador do usuário.



    Adaptado de Correio do Estado, 23-03.2011

    O que é o carjacking e sua origem ?

    O CARJACKING é um fenómeno criminal que teve origem na década de oitenta nos Estados Unidos da América, sendo primeiramente conhecido por “HIGHJACKING”, que significava o roubo de viajante ou veículo em trânsito ou roubo do veículo pelo uso da força.

    O conceito de “HIGHJACKING” abrange todos os tipos de veículos, onde se incluem barcos, aeronaves, comboios, automóveis, motociclos, etc.


    Mais recentemente, e devido à especificidade e aumento das acções levadas a cabo envolvendo automóveis, surge o conceito de CARJACKING, ou seja, tentativa ou consumação do roubo da viatura, em que esta é retirada à vítima com uso da força ou ameaça.
    A origem do CARJACKING estará relacionada com a evolução dos sistemas de segurança dos automóveis, que os bloqueiam e impedem o velho truque da ligação directa. Como só é possível pôr o carro a funcionar com a respectiva chave, a solução é roubá-la, ameaçando ou agredindo o condutor, e levar também os documentos da viatura. O CARJACKING pode ocorrer por várias razões sendo que as principais são: comércio da viatura ou partes da viatura no mercado negro; Fuga a um local de crime; ou mesmo por diversão.

    Gangs armados fazem 950 roubos

    Ourivesarias e lojas de compra e venda de ouro, cafés, restaurantes, outros estabelecimentos. Carjackings ou sequestros em casa das vítimas, ataques violentos a portagens, bombas de gasolina, carrinhas de tabaco. E muitos também na via pública – sempre sob ameaça de arma de fogo. Ao todo, mais de 950 crimes, em 2010, participados à Secção de Roubos da Polícia Judiciária de Lisboa. Menos 250 do que no ano anterior. Foram apanhados 250 assaltantes; metade deles estão em prisão preventiva.
    Nesta área, prender um assaltante, ou um grupo, significa muitas vezes resolver vários casos. Por norma, o mesmo grupo está em vários assaltos. Do total de processos entrados, a PJ concluiu e remeteu 20 por cento para o Ministério Público com proposta de acusação. Um balanço "francamente positivo", diz ao CM Luís Batista, coordenador da secção, tendo em conta as dificuldades que há em reunir prova contra a maioria dos grupos de assaltantes que atacam hoje em dia.

    "Fazem de tudo para evitar serem identificados pelas vítimas e deixar vestígios." Ou seja, atacam encapuzados e raramente esquecem as luvas, não deixando impressões digitais nos locais dos crimes.

    (...)

    "Houve uma baixa da criminalidade, que se deveu a uma acção forte contra o crime violento em 2008 e 2009, o que permitiu nesses dois anos deter quase 500 indivíduos. Contribuiu também para esse facto a acção de prevenção levada a cabo por outras polícias – que foi importante na identificação de determinados criminosos".

    "Mas a população também passou a ter uma atitude mais assertiva para se defender: o carjacking, por exemplo, passou a ser um crime quase residual. Há hoje mais cuidado no estacionamento dos veículos e no accionar dos alarmes."

    Fonte: Correio da manhã , 16.03.2011

    Crimes de 2010- Conclusão


    Em 2010 cresceu o crime organizado, os assaltos a bombas de gasolina e ourivesarias e o número de criminosos nas ruas as agressões e o número de suicídios no seio das forças de segurança.


    Em 2010 decresceu o número de cidadãos presos, a motivação e disciplina, quer nas fileiras policíais quer nas judiciais, o rendimento do Estado em multas por crimes ou infracções rodoviárias.



    Crimes de 2010- Outubro

    Um homem foi torturado no Algarve e foram descobertos laboratórios de droga.

    Torturado no Algarve: Torturado, mutilado e mantido em cativeiro no Algarve durante 15 dias, o escocês James Ross ficou sem alguns dedos e uma orelha mas conseguiu escapar. Os 4 raptores, ingleses, foram detidos pela PJ e estam em prisão preventiva. James Ross vendia droga produzida em Portugal acima do preço estipulado pela organização mafiosa a que pertencia.

    Laboratórios de droga: A PJ descobriu em Pinhal do Monte, Sarilhos Grandes, Montijo, uma quinta onde se produzia cannabis pelo método hidropónico (sistemas de luzes condicionadores e ar e errigação).Os donos eram quatro cidadãos ingleses . 

    quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

    Crimes de 2010- Setembro

    No caso Casa Pia, ficaram 6 arguidos em prisão efectiva ; ocorrereu um matricídio e foi assasinado um abusador sexual de animais.

    Caso Casa Pia. O colectivo de juízes condenou Carlos Silvino a 18 anos, Carlos Cruz a 7 anos. Gertrudes Nunes foi absolvida. O tribunal também deu como provados os crimes de abuso sexual cometidos por Manuel Abrantes, Jorge  Ritto, Ferreira Diniz e Hugo Marçal.

    Matricidio em Coimbra, Luis Castanheira, 24 anos, aluno de medicina, matou em casa a mãe, 57 anos, à facada com um golpe jugular. A faca, foi apreendida pela PJ.

    O abusador sexual de animais, Jaime Pires do Ó, 68 anos foi encontrado morto. A sua morte foi provocada por uma facada no peito. Vivia em condições de extrema miséria. Há uns anos tinha sido condenado por violentar uma idosa. Quando saiu da prisão susederam-se os casos  de abuso sexual de animais

    Crimes de 2010- Agosto

    A Herança Feteira

    O português Lúcio Feteira era um dos homens mais ricos do mundo. Rosalina Ribeiro foi ao longo de 30 anos sua secretária, amiga e confidente. Na hora da morte, o milionário deixou-lhe 35 milhões de euros, só no Brasil.
    Rosalina foi encontrada morta no Brasil, a 7 de Dezembro de 2009. Duarte Lima, advogado,terá sido das ultimas pessoas a ver Rosalinda com vida.
    Alguém entrou em casa de Rosalina e levou vários documentos e apontamentos feitos por esta onde apontou os passos que dava e onde se lêem suspeitas de um alegado desvio de dinheiro da Herança Feteira.

    quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

    Como sobreviver ao carjacking

    Este é o nosso primeiro video. Este video mostra como sobreviver caso esteja envolvido num carjacking.

    
                                                               

    Jovem de 17 anos esfaqueado em escola secundária de Soure

    Um jovem de 17 anos foi esfaqueado, esta manhã, quarta-feira, na sequência de um desentendimento com outro colega na escola secundária Martinho Árias, em Soure.

    Uma discussão na escola secundária Martinho Árias, em Soure, esta manhã, entre dois alunos do 9º ano, terminou com um deles esfaqueado e o agressor em fuga.

    A vítima tem 17 anos e reside em Cercal. O agressor, de Santo Isidro, feriu o colega com uma navalha de ponta e mola e fugiu, segundo disse fonte do agrupamento da escola ao JN.

    (...)

    Segundo os bombeiros  locais o jovem sofreu um ferimento no abdómen e outro no tórax e foi transportado para o hospital pediátrico de Coimbra em "estado estável".

    Adaptado do jornal de notícias , 16/02/2011

    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

    Morta em casa há 9 anos

    O corpo de Augusta Duarte Martinho, que completava 96 anos no próximo dia 12, esteve nove anos no chão da cozinha do apartamento onde residia sozinha, na Rinchoa, Rio de Mouro, em Sintra.

     A PSP encontrou Augusta Duarte Martinho morta depois do andar ter sido vendido em leilão pelas Finanças. A nova proprietária, 58 anos, que comprou o apartamento por 30 mil euros há três meses, e entrava ontem pela primeira vez na casa, ficou em estado de choque.

    Em Novembro de 2002, o desaparecimento já tinha sido participado à GNR por uma vizinha chamada Aida Martins que deixou de ver Augusta em Agosto de esse ano. A única companhia da idosa era um cão pequeno que foi encontrado morto na varanda da habitação.

    Adaptado : Correio da manhã , 09/02/2011

    Detidos suspeitos de terem rede de tráfico de mulheres

    O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou esta quarta-feira ter detido nos últimos dias em Faro e Aveiro 12 homens suspeitos de pertencer a uma rede de tráfico de mulheres que eram encaminhadas para a prostituição de rua.
    As vítimas seriam constantemente transferidas dos locais onde se prostituíam, quer em território nacional, quer para outros Estados-membros, sendo vendidas entre os chefes de diferentes redes de tráfico a operar na União Europeia. 

    Além de Portugal, esta e outras redes actuavam igualmente em Espanha, Itália, Reino Unido e Alemanha, países cujas autoridades estão a cooperar com o SEF ao abrigo de uma operação que abrange ainda a intervenção da EUROPOL.

    A rede de tráfico de mulheres era constituída por homens e mulheres originários do mesmo Estado-membro da União Europeia - não especificado pelo SEF -, tendo sido detidos 12 homens e constituídos mais três arguidos. 


    Fonte:
    Adaptado Correio da Manha
    Data: 9/2/2011


    quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

    Crimes de 2010- Julho

    Prenderam o rei Ghob.


    Francisco Leitão, de 42 anos foi detido na zona de Torres Vedras,suspeito da autoria do homicidio de 3 jovens. Este andava sempre rodeado de jovens com idades entre os 16 e os 21 anos escolhendo-os entre os rebeldes, oriundos de familías com dificuldades convencia-os da sua riqueza e poder.
    Na internet, a excentricidade do homem que se anuncia como Rei Ghob é visível.

    Cerca de 3,300 queixas electrónicas de crimes apresentadas durante três anos

    3.257 queixas eletrónicas foram apresentadas à PSP,GNR e SEF nos ultimos três anos.Segundo dados do Ministério da Administração Interna (MAI) fornecidos ontem à agência Lusa quase metade das queixas são por furto.

    Nos primeiros dois  anos de funcionamento do sistema foram registrados cerca de 1,700 participações , tendo esse número quase duplicado até ao fim de Janeiro deste ano.

    Das 3,257 denúncias apresentadas , 3,353 foram queixas por furto seguindo-se as de burla.Foram também apresentadas 354 queixas por dano, 321 por ofensa à integridade física e 128 por violência doméstica.

    Entre as menos expressivas, em termos estatísticos, estão as denúncias recebidas por lenocínio e por tráfico de pessoas, com apenas sete queixas recebidas.

    Adaptado do jornal público, 1/02/2011

    Crimes de 2010 - Março

    Foi em Março que foi preso o Violador de Telheiras e que um homem foi morto num assalto aos CTT.

    O Violador de Telheiras, Henrique Sotero, foi detido numa empresa de telecomunicações. Este ficará provavelmente conhecido como o maior violador da nossa história. Quando foi presente a tribunal, confessou varios crimes ficando em prisão preventiva,uma vez que, além das violações, é acusado de roubo.


    Nos CTT de Nova Oeiras, um homem de 61 anos baleado com um tiro de caçadeira e morreu. A PJ admite que ele tinha sido confundido com um polícia por estar a usar calças azuis escuras e camisa azul clara, semelhantes às usadas por agentes da PSP.

    quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

    Crimes de 2010 - Fevereiro

    Em Fevereiro ocorreram dois assaltos. Um a uma ourivesaria e outro a um banco.


       O assalto à ourivesria Miranda em Torres Vedras ocorreu pelas 18.35h. Dois individuos agridem a filha do dono que alertado pelos gritos da filha tenta acudi-la. Um dos assaltantes aponta-lhe uma pistola,agridem-se, mas o ladrão agarra num martelo da-lhe varios golpes na cabeça. Os assaltantes conseguiram mais de 30 mil euros.




      No assalto ao banco da Caixa de Crédito Agrícola em Loulé, a máquina multibanco foi roubada recorrendo a uma retroescavadora. Os assaltantes destruíram a parede do banco e retiraram os cofres.

    quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

    Maior laboratório de cocaína da Europa desmantelado em Espanha

    Polícia deteve 25 pessoas, apreendeu 300 quilos de cocaína, dois milhões de euros em dinheiro, 470 telemóveis e activos financeiros no valor de mais de 50 milhões de euros. Conhecido empresário madrileno seria o cérebro a operação.

    A Policia Nacional espanhola desmantelou, hoje, nos arredores de Madrid, em Espanha, o maior laboratório de cocaína da Europa, na sequência de uma operação de combate à droga, em que foram detidas 25 pessoas.

    Trata-se do maior e mais sofisticado laboratório de cocaína alguma vez visto na Europa, que as autoridades conseguiram selar, pouco antes do início do processo de cozedura da cocaína.

    Na operação, que culminou dois anos de investigação, foram detidas, no total, 25 pessoas, de nacionalidade espanhola e colombiana.

    Grávida de oito meses viajava com droga dentro do corpo

    Uma grávida de oito meses foi detida com quase um quilograma de cocaína escondida na vagina e no estômago. Foi submetida a uma cesariana de urgência para salvar o bebé.

    As autoridades espanholas prenderam a mulher depois de ter sofrido convulsões num voo que fazia a ligação entre Madrid e Palma de Maiorca.

    A passageira foi submetida a uma operação de urgência para salvar o bebé, que sofreu uma paragem respiratória. A criança está hospitalizada e o seu estado de saúde evoluiu favoravelmente.
    A mãe, de origem nigeriana e com idade entre os 30 e os 40 anos, está acusada de crime contra a saúde pública por tráfico de droga e pode ainda ser acusada das lesões decorrentes de imprudência grave por colocar em risco a vida do filho.

    Ainda segundo a polícia, a mulher viajava acompanhada de um filho de ano e meio, que foi entregue aos cuidados dos serviços sociais do Conselho de Maiorca.

    Os médicos retiram da vagina e do estômago da mulher 71 pacotes de cocaína, no total de um quilo.


     Jornal de notícias , 19/01/2011

    quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

    Crimes contra idosos

    O crime contra idosos foi mais elevado em 2008 em que foram registados no total 792 casos
    Em 2009 diminui, no entanto este crime ainda é muito elevado

    Comparação de dados estatisticos sobre categorias de crimes de 2006 com os de 2009

     
    2006
    
     
    2009


    Fonte:APAV


    Segundo os dados estatísticos da APAV o crime que mais subiu nestes 3 anos foi o de violência doméstica passando de 86,3% em 2006 para 90% em 2009. Também os crimes contra o património aumentaram.  

    A única descida foi no crime  contra pessoas e humanidade que em 2006 era de 10,9% e em 2009 tinha desceu para 7%.